Os sites de vídeo sem os quais os millennials e a Gen Z não vivem e os anúncios com os quais conseguem viver

Comprimido

http://www.comprimido.pt

Infografia. Os sites de vídeo sem os quais os millennials e a Gen Z não vivem e os anúncios com os quais conseguem viver
15 de março de 2016
 

A Defy Media, plataforma focada na criação e distribuição de conteúdos digitais para millennials, acaba de divulgar os resultados do seu último relatório anual “Acumen”. O estudo, que analisa os hábitos de consumo de media das gerações mais jovens, como a Geração Z e os millennials, deixa a descoberto a dependência destes consumidores em relação aos sites de vídeos e as suas preferências no que se refere aos formatos publicitários. A análise revela ainda as principais razões que estão na origem da visualização de vídeos por parte das gerações jovens.

De acordo com o relatório, 67% destes consumidores jovens dizem não conseguir viver sem o YouTube, 51% afirmam que não conseguem fazê-lo sem o Netflix e 48% não vivem sem os social media. Em nove meios, a televisão aparece apenas em sétimo lugar, mencionada por 36% dos respondentes.

Quanto aos formatos publicitários no âmbito dos vídeos, a grande maioria dos inquiridos diz tolerar introduções de cinco segundos patrocinadas pelas marcas (89%). Segue-se a publicidade às marcas por parte de celebridades do online (87%) e os anúncios pre-roll de 15 segundos (80%). Os menos tolerados são os anúncios pre-roll de um minuto (53%).

Estas e outras conclusões encontram-se compiladas na infografia abaixo.

– See more at: http://www.ligateamedia.pt/ArticleItem.aspx?tabid=2424&langid=pt&path=LigateaMedia%2FArtigos%2FInternet%2F&modid=55479&itemid=10729#sthash.iAt3WR2g.dpuf

Comprimido

http://www.comprimido.pt

Powered by WP Bannerize

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

You might also likeclose