YouTube lança “Tape Mode”. Tragédia!

Comprimido

http://www.comprimido.pt

YouTube lança “Tape Mode”. Tragédia!

Sou do tempo das cassetes de vídeo. Aliás, sou do tempo da guerra entre betamax e vhs. Aliás, sou do tempo de ter escolhido betamax, ainda hoje considerada por todos muito melhor que a rival, mas ter sido obrigado a investir depois nesse horrífico formato vhs que ganhou a guerra devido a uma política económica acertada e que sofreu constantes melhoramentos (como o Super vhs e uma ‘coisa’ que tenho ali denominada Data (ou digital) vhs, esse sim, um formato como devia ser mas que morreu à partida). Ainda antes destes, aconteceu um outro, denominado Video 2000 da Philips, em que se podia gravar os dois lados da cassete, como nas de audio… mas também desapareceu.

Não guardo com saudades esses tempos de má qualidade, grão, riscos, estática, fitas estragadas, quebradas, amolgadas e  tudo o mais, para além das centenas de cassetes que tive (gravadas por mim e originais compradas lá fora) e que me ocupavam metade da casa. Ou pelo menos da sala.

Num repente, o Youtube fez umas contas e descobriu que as pessoas gastam centenas ou milhares de euros em câmaras fotográficas xpto HD ou smartphones de 600 euros para, através do Instagram ou outros filtros, conseguir mudar uma boa fotografia para outra com péssima qualidade a imitar os idos 70. Tem lógica? Não… mas está na moda. E é a moda que domina tudo e todos.

Portanto o que fez o Youtube? Lançou uma campanha (engraçada mas não mais que isso) para comemorar o 57º aniversário do nascimento da cassete de vídeo que permite o visionamento em modo “TAPE MODE“, ou seja, com todos os problemas que mencionei lá para cima. Só que desta vez, eles dizem que “trazem toda a alegria da estática e perda de cor para os vídeos mais recentes”.
Ok.

Fica aí a notícia… mas não a  deixem dominar as mentes como o Instagram. Por favor!

 

 

Comprimido

http://www.comprimido.pt

Powered by WP Bannerize

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

You might also likeclose