Estrelas do YouTube ganham mais de 1 milhão de US$ ao ano

Na época em que foi adquirido pelo Google, no distante ano de 2006, o YouTube era considerado pelos seus críticos um ralo de dinheiro que jamais seria capaz de dar lucro. Essa teoria foi repetida diversas vezes por conta dos variados e numerosos processos por violação de direitos autorais que o site de vídeos enfrentou desde que foi parar debaixo das asas da gigante da web. Mas hoje a situação parece ser sensivelmente diferente.

Comprado por US$ 1,65 bilhões, o site gerou robustos US$ 640 milhões (mais de R$ 1 bi) de lucro em 2010 e espera-se que ele renda outros US$ 900 milhões (por volta R$ 1,5 bi) este ano. Boa parte desta renda vem sendo gerada pelo – pasme – três bilhões de anúncios que o YouTube vem exibindo a seus navegantes por semana, aumento de 50% em relação aos números no último mês de maio.

Tamanha performance vem se refletindo no bolso de alguns parceiros do site. Segundo o jornal norte-americano New York Post, as “estrelas” do YouTube vêm recebendo “mais de US$ 1 milhão” ao ano por conta do tráfego em seus vídeos, enquanto “centenas” de usuários engordam seus salários anuais em US$ 40 mil – o equivalente ao salário médio norte-americano – como comissão pela exibição de anúncios.

Uma das novas ricaças do YouTube é Emily Kim, que há três anos começou a postar vídeos de receitas da culinária coreana no site de vídeos e que agora chegou a largar seu emprego para de dedicar a sua nova ocupação. “Eu tive que escolher, então preferi o YouTube”, diz.

“Nossos parceiros evoluíram muito nos últimos três anos”, dia Shenaz Zack, diretora de produto do YouTube. “É possível fazer dinheiro em nosso site, mas para isso é necessário dedicação, como num trabalho em tempo integral”, completa.

 

fonte:

http://tecnoblog.net/58322/estrelas-do-youtube-ganham-mais-de-us-1-mi-ao-ano/

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *