Mais de metade dos residentes em Portugal continental estão na web (TSF)

A empresa Marktest, que faz esta pesquisa anualmente, conclui que o número de portugueses na rede aumentou dez vezes desde que começou a pesquisa, em 1997.

O estudo da Marktest nota que os portugueses com mais de 64 anos e os que não têm trabalho são os grupos em que há um maior crescimento na utilização da Internet.

Em qualquer dos casos, a navegação na rede cresceu mais de 130 vezes desde 1997, ano em que a Markest iniciou esta pesquisa.

De uma forma geral são os homens que vão mais à Internet, mais de 70 por cento, contra menos de 55 entre as mulheres. Entre os residentes em Portugal continental com mais de 15 anos, os estudantes batem todos os recordes de acesso à web, mais de 99 por cento utiliza a Internet e tem entre 18 e 24 anos.

No mesmo patamar estão os elementos da chamada classe alta e os quadros médios e superiores.

Em sentido contrário, quem menos navega são as mulheres, e entre elas, as domésticas, os idosos, os elementos das classes mais baixas, e os residentes no Interior Norte.

Também o número de lares em que existe um computador tem crescido, quase triplicou desde 1997. Em 2012, mais de 42 por cento dos portugueses já tem mais do que um destes equipamentos informáticos.

por Guilhermina Sousa – TSF

 

artigo em:

http://www.tsf.pt/PaginaInicial/Vida/Interior.aspx?content_id=2882453&page=1

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *